Home
Afinal, o que é BPMS e como pode ajudar sua empresa?

Afinal, o que é BPMS e como pode ajudar sua empresa?

O BPMS automatiza várias das principais práticas de gestão, facilitando a elaboração dos workflows e concretizando as ideias do BPM

Por
Doc Soluções
Afinal, o que é BPMS e como pode ajudar sua empresa?

BPM, BPMS, BPMN. A sopa de letras deixa qualquer um confuso, não é? A primeira sigla representa o termo em inglês para "gerenciamento de processos de negócio" e mais da metade dos gestores envolvidos com o assunto pretendem melhorar a gestão usando softwares, o que leva à pergunta mais importante: o que é BPMS?

Decidimos dedicar o post a trazer justamente essas respostas, revelando como o conceito pode servir como solução para mapeamento, gerenciamento e execução de processos. É só seguir para os próximos tópicos!

O que é BPMS?

BPMS é uma sigla para “Business Process Management Software”, ou “Business Process Management System”, uma ferramenta usada para pôr em prática as ideias da gestão por meio de análise, automação, modelagem, identificação e monitoramento da performance.

Sabe a metodologia BPM que citamos? Então, o BPMS é justamente o que vai ajudar a colocar em prática. O BPMN é a notação do BPM, um sistema de regras e símbolos. É usado na construção de workflows.

Entender o que é BPMS e associar com o significado das outras siglas é importante, já que a notação mais usada para desenhar os fluxos no software é a BPMN. A ferramenta ainda é importante para mapear processos.

Como o BPMS funciona?

O BPM é uma disciplina ligada aos indicadores corporativos e um facilitador de gestão — tendo o BPMS como forma de pôr isso em prática. Por isso, segue algumas etapas do modelo, a partir do "ciclo BPM”.

Aqui, entra a elaboração do projeto, a modelagem, a simulação, a implementação, o monitoramento e a melhoria. A ideia do software é justamente ajudar a concretizar cada uma das etapas.

O uso do BPMS não é uma tarefa muito complicada. Os sistemas geralmente permitem escolher a plataforma, selecionar o processo, identificar o responsável, definir indicadores, desenhar o workflow, envolver todos os stakeholders e por aí vai.

Como usar o BPMS para mapear e gerenciar processos?

O mapeamento de processos é uma das ferramentas de gestão usadas para visualizar o fluxo de trabalho, mostrando as várias atividades. Há algumas práticas que costumam ser recomendadas, como manter o modelo simples, definir bem os objetivos e não ser perfeccionista.

Aqui, a ideia é automatizar as várias etapas do BPM e isso inclui a linguagem visual usada para criar workflows, seja BPMN ou outra. Se você tem dificuldade de alcançar as metas estratégicas da gestão, o BPMS pode ser uma boa forma de começar.

Você sabia que uma má comunicação pode gerar prejuízos milionários? Essa é a razão pela qual entender o que é BPMS pode fazer tanta diferença. Ao automatizar o BPM e ver com mais clareza os processos, boa parte da complexidade das atividades da empresa é traduzida de forma intuitiva.

A automação veio para ficar e as tarefas de gestão não fogem dessa lógica. Por isso, vale considerar opções inteligentes para tornar a tecnologia ainda mais rentável. Essa é uma tendência que surge junto com o minimalismo nas empresas — revelado em opções como aluguel e outsourcing de equipamentos.

Se você pensa em dar os primeiros passos no universo do BPMS e profissionalizar a sua gestão de processos, a Doc Soluções conta com uma plataforma completa pensada justamente para isso! Você pode saber mais no nosso site!

Home
Afinal, o que é BPMS e como pode ajudar sua empresa?

Afinal, o que é BPMS e como pode ajudar sua empresa?

O BPMS automatiza várias das principais práticas de gestão, facilitando a elaboração dos workflows e concretizando as ideias do BPM

Por
Doc Soluções
Afinal, o que é BPMS e como pode ajudar sua empresa?
Fale com um especialista

FALE COM UM EsPECIALISTA

BPM, BPMS, BPMN. A sopa de letras deixa qualquer um confuso, não é? A primeira sigla representa o termo em inglês para "gerenciamento de processos de negócio" e mais da metade dos gestores envolvidos com o assunto pretendem melhorar a gestão usando softwares, o que leva à pergunta mais importante: o que é BPMS?

Decidimos dedicar o post a trazer justamente essas respostas, revelando como o conceito pode servir como solução para mapeamento, gerenciamento e execução de processos. É só seguir para os próximos tópicos!

O que é BPMS?

BPMS é uma sigla para “Business Process Management Software”, ou “Business Process Management System”, uma ferramenta usada para pôr em prática as ideias da gestão por meio de análise, automação, modelagem, identificação e monitoramento da performance.

Sabe a metodologia BPM que citamos? Então, o BPMS é justamente o que vai ajudar a colocar em prática. O BPMN é a notação do BPM, um sistema de regras e símbolos. É usado na construção de workflows.

Entender o que é BPMS e associar com o significado das outras siglas é importante, já que a notação mais usada para desenhar os fluxos no software é a BPMN. A ferramenta ainda é importante para mapear processos.

Como o BPMS funciona?

O BPM é uma disciplina ligada aos indicadores corporativos e um facilitador de gestão — tendo o BPMS como forma de pôr isso em prática. Por isso, segue algumas etapas do modelo, a partir do "ciclo BPM”.

Aqui, entra a elaboração do projeto, a modelagem, a simulação, a implementação, o monitoramento e a melhoria. A ideia do software é justamente ajudar a concretizar cada uma das etapas.

O uso do BPMS não é uma tarefa muito complicada. Os sistemas geralmente permitem escolher a plataforma, selecionar o processo, identificar o responsável, definir indicadores, desenhar o workflow, envolver todos os stakeholders e por aí vai.

Como usar o BPMS para mapear e gerenciar processos?

O mapeamento de processos é uma das ferramentas de gestão usadas para visualizar o fluxo de trabalho, mostrando as várias atividades. Há algumas práticas que costumam ser recomendadas, como manter o modelo simples, definir bem os objetivos e não ser perfeccionista.

Aqui, a ideia é automatizar as várias etapas do BPM e isso inclui a linguagem visual usada para criar workflows, seja BPMN ou outra. Se você tem dificuldade de alcançar as metas estratégicas da gestão, o BPMS pode ser uma boa forma de começar.

Você sabia que uma má comunicação pode gerar prejuízos milionários? Essa é a razão pela qual entender o que é BPMS pode fazer tanta diferença. Ao automatizar o BPM e ver com mais clareza os processos, boa parte da complexidade das atividades da empresa é traduzida de forma intuitiva.

A automação veio para ficar e as tarefas de gestão não fogem dessa lógica. Por isso, vale considerar opções inteligentes para tornar a tecnologia ainda mais rentável. Essa é uma tendência que surge junto com o minimalismo nas empresas — revelado em opções como aluguel e outsourcing de equipamentos.

Se você pensa em dar os primeiros passos no universo do BPMS e profissionalizar a sua gestão de processos, a Doc Soluções conta com uma plataforma completa pensada justamente para isso! Você pode saber mais no nosso site!

Fale com um especialista

FALE COM UM EsPECIALISTA

Somos especializados :

Samsung
HP
Ricoh
Fujitsu
Lexmark
Brother
Oki
Zebra
Xerox